Mural de Recados

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Cremepe tenta barrar vestibular de medicina

O Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) solicitou à Justiça o impedimento do vestibular da Faculdade de Medicina de Garanhuns (Fameg), localizada no Agreste pernambucano. A petição foi enviada ao Tribunal Regional Federal (TRF), no Recife, ontem. As provas estão marcadas para o próximo domingo. De acordo com o Cremepe, a faculdade não tem autorização do Ministério da Educação (MEC) e não atende aos critérios necessários para o funcionamento.

"A faculdade já estava impedida de funcionar pela Justiça e resolveu promover um novo vestibular. Não temos conhecimento de nenhuma nova decisão judicial que tenha permitido a volta de funcionamento", explica a presidente do Cremepe, Helena Carneiro Leão. Segundo o Cremepe, a entidade privada precisa da aprovação do Conselho Nacional de Educação para funcionar e, entre os critérios, deve ter um hospital para dar suporte às atividades práticas dos estudantes de medicina.

No documento, o conselho solicita que o desembargador Geraldo Apoliano impeça a realização das provas. Segundo informações disponíveis aos candidatos, no site da faculdade, são oferecidas 60 vagas e as inscrições custam R$ 250. O Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe) manifestou apoio à solicitação do Cremepe e a direção da Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco (OAB/PE) foi informada da nova tentativa da instituição. "O conselho é contra o funcionamento de faculdades que possam comprometer a qualificação dos médicos e, posteriormente, a vida da população", afirma.





Fonte: NE10

Nenhum comentário:

Postar um comentário